quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Voto Consciente.

O voto consciente existe?
Será mesmo que existe? Alguém vota consciente? Será? Sei, que muita gente que é como eu, se sente a politizada, vai dizer: “eu voto consciente!”.Espero que isso seja só um erro meu, ficaria muito feliz (?), em reconhecer;
-não sei fazer o meu direito/dever de cidadã! Sou apenas uma classe media indignada com a situação atual que assisto através dos filmes críticos, mas não faço nada de útil para mudar.
Só que infelizmente pelo que ouço e vejo não é assim... Por favor, se tiver alguém ai que vote consciente, manifeste-se!
Votamos em fulano porque ele parece legal, porque é de determinado partido, porque vou perder meu emprego, porque concordo com a linha política dele, votamos porque vendemos nosso voto, votamos porque somos obrigados do contrario se passar em concurso não assumimos, votamos por tudo, menos conscientes.
Votar consciente é analisar o cenário nacional, comparando qual proposta e plano político realmente trará melhorias para a maioria do país, mesmo que isso não seja para meu usufruto.
Duvido! Se existe alguém que vota assim, morreu ou foi engolido pelo sistema. Votamos ate em ilusões que supostamente iriam nos beneficiar se as pessoas tivessem ética e não encenassem política honesta. Porém, não temos consciência para votar em um plano que ajude as pessoas, porque votar em plano político que empurre o país para o tão distante “desenvolvimento” e largue metade da população morrendo de fome, não é consciência, é ambição, é desumanidade.
Votar consciente requer que deixemos nossos interesses de lado, que olhemos o bem do desfavorecido. Afinal, a vida não se resume ao avanço de um sistema econômico, e sim no bem dos HUMANOS que vivem em cima desta circunferência que não é tão redonda assim.
Mas, ninguém deixa seus interesses de lado. Não é nada romântico dizer isso, só que somos interesseiros por natureza! Sempre valorizamos o que nos seria melhor. Da fortuna que ambicionamos, ao salvar o mundo, são todos interesses.
O meu interesse aqui, hoje, é convencer, que já que não podemos abandonar nossos interesses que eles se unifiquem para votarmos conscientes da situação do meu próximo (Animal, não! Ser humano vivo, sim!) para podermos tentar mudar a vida de pessoas que não tem nada.
Será que seremos tão altruístas assim? Deixaremos de nos favorecer para ajudar o próximo?
Não digo que o voto vai mudar a fome e todas as desgraças do mundo, mas apenas, questiono pois, não somos capazes de realmente fazer nada de concreto para mudarmos isso. A não ser desenvolver uma falsa idéia que consciência, e reclamarmos da corrupção delegando a culpa daquelas desgraças do mundo nela – a maldita corrupção- e cruzando os braços porque vida é curta e eu tenho que trabalhar, estudar, e me divertir porque afinal, ninguém é de ferro, né?!

6 comentários:

Veriana Ribeiro disse...

concordo com tudo q vc diz. Ninguem vota pensando no bem maior, sempre prezam primeiro o seu umbigo.

poi entaum, meu e-mail é: veriana_dd@hotmail.com

pode mandar as fotos q eu quero ^^

beijinhos!

Ah, e parabens pelos 6 meses! Vcs formam um casal adoravel e eu torço muito por vcs ^^

Pedro Ivo disse...

Bicho muito massa essa sua postagem Gi!!
Realmente algo que nós faz nos alto avaliarmos. Como podemos dizer que votamos conscientes se as melhorias em nosso pequeno mundo particular e coletivo só acontecem para aqueles que possuem uma boa posição.

Um, texto realmente digno de polêmicas e pessoas inteligentes.

Suellen Verçosa disse...

Só me lembrou a discussão em um horário vgo na universidade...

Sabe, pior é que concordo com você!
Queria mesmo que o sistema não ditasse as regras do "jogo"!
Mas não somos exatamente nós que empurramos essa canoa pra frente!
É a politicagem de hoje, que publicamente expõe uns e outros para colocar-se a frente, mas são tão corrompidos quanto os que fazem questão de denunciar!

E o que move nossas escolhas?

Interesse pessoal com certeza!
Não se vota numa pessoa que vai te tirar do teu emprego só porque vc não tem o ensino médio completo!

O que mais me faz pensar é que a publicidade que fazem é tão forte, que até entre eles existem dúvidas com relação a honestidade!

Manipulação demais!

Parabéns pelo texto Manú!
Ótimo e inteligente, realmente nos faz parar para uma reflexão!

Vieira Calado disse...

Olhe, amiga!
O voto foi inventado pela burguesia... para se perpetuar no poder.
Claro que, a esmagadora maioria dos cidadãos, vota mais ou menos sem saber o quê.
Eu admito que um qualquer vote num sentido exactamente oposto ao meu, se o fizer conscientemente, por razões ideológicas.
Mas isto muito pouco acontece, infelizmente.

Veriana Ribeiro disse...

ainda esperando um novo post neste blog... sim, eu sou uma leitora chata, q fica no p�.

Filme e leite condensado? mah, melhor coisa pra afogar as magoas. XDD

bom... hj vai ter aula, eu acho XDD
sim, est� � a Ufac!

e quanto as fotos... espero pacientemente. e se precisar de ajuda pra tortura, estou aqui. J� tenho alguma experiencia nesta area.... hauahuahauhauah

beijinhos!

Veriana Ribeiro disse...

ah, esqueci! O post sobre harry potter fala algumas coisa sobre um personagem, mas n fala o nome do personagem. (apesar d n ser dificil de adivinhar...)

eu tentei falar o menos possivel sobre a historia. qualquer coisa, e só n ler os ultimos dois pragrafos XDD